Projeto Verão 2014

9 de jan de 2011

O futuro da leitura

A pouco estava lendo a coluna do @dagomirmarquezi na revista Info de Janeiro/11 (em papel) falando da adoção do uso dos leitores digitais e acabei ficando com vontade de pegar o meu pra escrever um pouco sobre o assunto.

Inicialmente eu concordo com o @dagomirmarquezi no sentido de que o mundo precisa evoluir, os leitores digitais trazem uma outra experiencia de uso bem diferente dos livros. Por enquanto nem melhor nem pior apenas diferente.

Com os livros tem aquele sentimento de folear, de abrir o livro em uma pagina aleatória depois de percorrer algumas delas como os dedos, o cheiro do livro novinho e etc. Mas com os livros em papel o processo de aprendizado e captura do conhecimento é bem mais simplificado. Se tem um termo que você não conhece precisa buscar outro livro, ou marcar pra ver depois ou ate mesmo ter que ir até o computador pra pesquisar.

Já com os leitores digitais as sensações são diferentes não dá pra folear o livro todo de uma vez, mas a riqueza da interface, a experiencia de leitura é bem melhor. Não esta vendo direito? Dá um zoom e pronto. Isso sem falar na dezena, ou seria centena ou melhor milhares de livros que podemos carregar em um único dispositivo. Esta lendo um texto, não conhece do assunto? Abre o browser pesquisa e volta a ler. Assim simples simples!

Isso sem falar nas possibilidades de áudio e vídeo. Recentemente descobri que a netmovies tem um plano de locação de vídeo especial que custa R$ 15,00 e permite assistir quantos filmes quiser on-line diretamente do iPad ou iPhone. É ou não é uma experiencia diferente?

Mas é claro que nem tudo são flores!

A dependência da energia elétrica ainda é grande, apesar das baterias durarem bem mais que os notebooks ( cerca de 8 horas) ainda são limitadas. Sem falar que o conteúdo (livros, revistas e jornais) avançam devagar para o formato digital, mas já existe bastante coisa.

Ainda existe um certo receio quanto a produção digital ligado ao fato da pirataria, que diga-se de passagem até com os livros sempre existiram, mas isso é questão de tempo.

Temos que levar em consideração que os leitores digitais chegaram oficialmente no Brasil a bem pouco tempo e portanto ainda não deu tempo suficiente pra mudar a história. Novamente é questão de tempo.

As aplicações são infinitas e o meio ambiente agradece também!

Pra aqueles que ainda questionam o passeio pela livraria, tentando fazer um pouco de exercício de futurologia, eu creio que não vai demorar pra que as lojas físicas tenham enormes estantes virtuais onde você poderá interagir com os livros através de gestos (tipo o kinect ou wii) e instantes depois de clicar em comprar vai estar disponível no seu dispositivo sem precisar sequer ir ate o caixa ou carregar o livro durante o passeio.

Existem muitas possibilidades neste sentido é só esperar pra conferir!

Obs: esse texto foi escrito usando um iPad.
BlogBooster-The most productive way for mobile blogging. BlogBooster is a multi-service blog editor for iPhone, Android, WebOs and your desktop

Nenhum comentário:

Postar um comentário