Projeto Verão 2014

14 de nov de 2012

Preparando-se para as certificações do PMI (PMP e CAPM) em 7 passos

Muitos alunos e amigos sempre me perguntam sobre as certificações PMP e CAPM, qual a certificação certa para fazer? Quais são as dicas para se preparar para a certificação? 

Pensando nessas pessoas e em você que está querendo se preparar para a certificação vou escrever um pequeno passo a passo para ajudar. Se tiver mais dúvidas, entre em contato através dos comentários deste post que terei prazer em ajudar.

Passo 1: Escolha a certificação adequada
Se você é uma pessoa que já trabalhou em projetos, fazendo parte da equipe e nunca esteve a frente da liderança do projeto, mas tem interesse em conhecer as técnicas usadas pelo líder e evoluir até a carreira de gestor de projetos a certificação adequada para você é a CAPM - Certified Associate in Project Management.

Se já trabalhou liderando projetos em um mínimo de 4.500 horas (para nível superior) ou 7.500 horas (para nível técnico) nos últimos 5 anos, então a certificação mais adequada para você é a PMP - Project Managment Profssional.

Existem outros requisitos a serem atendidos para as certificações que podem ser avaliados no manual delas em: Manual CAPM e Manual PMP. Avalie com cuidado os requisitos para que você possa começar o processo de estudo adequadamente.

Passo 2: Filie-se ao PMI e ao capítulo local
Para que você possa fazer a prova é preciso que já tenha passado pelo processo de elegibilidade, e este exige que você tenha o cadastro no PMI, não necessariamente que esteja filiado. Ocorre que ao se filiar ao PMI, e ao capítulo local, você terá acesso a uma infinidade de conteúdos, comunidades de prática, material on-line, artigos, publicações e a biblioteca do capítulo local. Então usufruir desse benefício logo de imediato já ajuda no processo de estudo.

Além disso, filiados tem desconto no custo do exame e de cursos em parceiros do PMI. Em muitos casos apenas o desconto no curso preparatório já paga a filiação por uns 2 anos. Você pode consultar a lista de parceiros nos sites dos capítulos locais.

Passo 3: Faça sua elegibilidade para a certificação escolhida
Agora vamos precisar iniciar o processo de verificar se os seus dados (exigências) estão cumpridas. Para isso é necessário você entrar com o processo de elegibilidade. Somente após ter sido aprovado é que poderá marcar a prova.

Aqui a dica é deixar em mãos todas as declarações, que talvez seja necessário caso caia em auditoria. Assim se cair na malha fina, já agiliza o processo uma vez que o prazo é curto para resolver.

Passo 4: Prepare um Plano de Estudo
Já seguindo os  ensinamentos do. PMI, é necessário que você monte um plano de estudos para poder acompanhar seu desenvolvimento ao longo do processo. É muito importante já ter em mente que estratégia vai seguir.

Para os que tem dificuldade de se concentrar sozinhos procure um amigo que está no mesmo processo, ou grupos de estudos formados pelos capítulos locais do PMI (Chapters). Estudar com outras pessoas ajuda a tirar as dúvidas.

Cada um deverá ter um método de estudo diferente, mas não seguir o roteiro abaixo pode ser uma boa ideia:
A. Faça um simulado para testar seu nível de conhecimento
B. Estude seus erros e acertos para entender as necessidades de conhecimento que precisa adquirir
C. Avalie a necessidade de fazer um curso formal (para atender a exigência do PMI)
D. Elabore os passos que vai ter que dar pra estudar e os resultados que espera ter semanalmente

Passo 5: Estude
Aqui não tem mistério. É estudar, estudar e estudar.

Não se esqueça que o exame é extenso e faz parte dessa preparação estar fisicamente e psicologicamente preparado para realizar o teste.

Não economize em fazer simulados, pois eles vão te ajudar e avaliar os resultados e a estar preparados.

Você pode assinar um serviço de simulados, caso não queira comprar um software específico. Uma dica é o site PmTotal.

Anote, usando um mapa mental, as matérias que constuma errar sempre, pois fica mais fácil gravar depois. Busque reforçar os estudos nos erros.

Passo 6: Avalie seu avanços
Na medida em que for fazendo os simulados, vá anotando os resultados e comparando com seu plano de estudos (mais um ensinamento do Guia!).

Quando começar a repetir resultados favoráveis é hora de marcar o exame. Não se esqueça a elegibilidade só é válida por 1 ano. Então pé na tábua.

Passo 7: Faça o exame
O dia da prova é um dia especial, portanto planeje para que você realize-a no começo da semana, assim estará menos cansado do dia-a-dia de trabalho.

Procure  marcar a prova no horário quem que consegue ter o melhor rendimento (cada um tem um seu).

Para evitar percalsos no trajeto até o local, saia com bastante antecedência. Planeje o dia da prova, e se puder não trabalhar terá mais espaço para as ações do dia.

Não se esqueça que uma boa estratégia é antes de iniciar os simulados escrever na folha em branco que você recebe as informações que estudou e que quase sempre você erra por não se lembrar na hora devido ao nervoso. Estão entre elas as fórmulas, os autores das teorias, a ordem de alguns processos, enfim tudo aquilo que estava no seu mapa mental de estudos. Com isso você evita de esquecer na hora do exame.

Durante a prova controle seu tempo. É preciso deixar um espaço de tempo ao final para poder revisar questões e também para que tenha um pequeno intervalo a cada grupo de questões.

Encerrando ...
Meu amigo Bruno Cunha escreveu um artigo sobre a sua experiência em fazer a prova em duas partes. Se tiver curiosidade leia (parte 1 e passo 2).

Enfim, desejo boa sorte na realização do exame !

Se tiver usado as dicas e elas tiverem te ajudado deixe um comentário, principalmente se tiver novas dicas a acrescentar aos leitores.

Obs.: Se for fazer a prova depois de Julho/2012 (data da mudança da prova devido a atualização do guia) dê uma lida nas diferenças do PMBOK para fazer uma boa prova. O Mauro Sotille lançou em seu site um bom comparativo (leia aqui)

UPDATE:



Respondendo ao tópico de discussão do Linkedin (veja aqui) a respeito da dúvida sobre qual melhor escolha: MBA ou Certificação PMI?

R: Ambos têm propostas diferentes, mas sem dúvida complementares.  O MBA é mais focado para a prática, e troca de experiências. Ele traz como proposta trazer o aprendizado aos alunos que querem iniciar na área e que pouco conhecem sobre o assunto. 

As certificações já são para atestar conhecimento na área (CAPM conhecimento do PMBOK e PMP conhecimento de Gestão de Projetos e experiência no uso das práticas).

Dessa forma a escolha pelo MBA ou certificação vai depender do momento profissional em que você vive. Se tenho menos experiência e quero aprender começo pelo MBA e depois para as certificações. Se já tenho alguma experiência (equipe ou líder) vou pelas certificações.

Minha escolha, considerando o momento que estava foi: fazer o MBA para consolidar práticas e conhecimentos, já aplicando no dia-a-dia, antes de entregar a monografia eu tranquei fiz a certificação e concluí o MBA.

Como vêm depende muito de cada objetivo e momento profissional.

6 comentários:

  1. Alan,
    Concordo e assino embaixo!
    Parabéns pela didática e estrutura do texto.
    Saudações.
    FN.

    ResponderExcluir
  2. Obrigado Alam, pelo sua informacaon, ella é muito util, desde Venezuela Bernardo Garcia

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Excelentes dicas. Parabéns Alam pela iniciativa de compartilhar conosco seus conhecimentos e pelo excelente material elaborado.

    ResponderExcluir
  5. Não sei se vcs já conhecem ,mas há ótimos simulados no http://www.iheadgo.com pra quem está estudando para certificação. Tudo em português com mais de 2000 questões para PMBOK 5, COBIT, SQLSERVER, ITIL, WINDOWS SERVER, CCNA, .Net....
    Todas questões com respostas online e que gravam a evolução da prova.
    Achei beeeemmmm interessante.

    Vcs já viram? O Site está no link abaixo:

    http://www.iheadgo.com/

    Vale a pena dar uma boa olhada!

    ResponderExcluir