Projetos e Processos: A Dobradinha

 
No âmbito empresarial, para que as organizações consigam operar e entregar seus produtos e serviços são necessários processos.

Já ouvi muitas pessoas dizendo que suas empresas não possuem processos! Sempre retruco dizendo que processos existem, só não estão formalizados e otimizados de forma a obter o melhor desempenho.

Mas por que digo isso? A resposta vem do próprio conceito de processos que nos diz que é uma sequência de passos realizados com fins de entregar algo (um resultado). Então se é seguido uma sequência de passos na sua empresa, para pagar um fornecedor, por exemplo, então existe um processo. Se ele é o melhor, Se está otimizado ou se todos o conhecem já é outra discussão.

Processos são a sustentação da operação da empresa, e demonstram quanto ela é ou não eficiente na condução da sua rotina.

Einstein dizia que insanidade é fazer a mesma coisa sempre querendo obter resultados diferentes.
Podemos concluir que apenas melhorando nossos processos não vamos conseguir chegar na nossa visão de futuro. Precisamos de projetos para entregar novos resultados e incorporá-los a operação.

Na grande maioria das organizações, podemos pensar que existem duas grandes divisões: as rotinas, consideradas como a operação da empresa, e os projetos.

Mas é correto pensar que os projetos não usam processos?

Não, não é correto pensar isso. A própria rotina de gerenciar o projeto é expressa por processos no Guia PMBOK (guia de melhores práticas de gestão de projetos editado pelo PMI). Além disso, durante a execução do projeto vamos precisar das rotinas operacionais para conduzi-lo.

Vamos pensar: digamos que tenhamos que contratar um especialista para o projeto, na prática vamos usar o processo de contratação de funcionários (já estabelecido na empresa) para mobilizar o recurso.
Então é melhor pensar que os projetos também dependem de processos, sejam eles para gerenciar o projeto, sejam eles para conduzir o projeto.

Lendo um artigo na ITWEB  o autor fundamenta que muitos gerentes de projetos estão se preparando para gerenciar o projeto, mas que poucos conhecem a rotina da empresa e talvez por isso ainda haja um grande número de projetos que fracassam, e sugere ainda que esses líderes se preparem mais com conceitos da administração. Eu acredito que os processos fazem parte do dia a dia das organizações e que conhecê-los e otimizá-los é fundamental para o bom desempenho organizacional.

Mas não basta fazer lindos desenhos e mantê-los na gaveta. Eles precisam ter indicadores, tem que ser medidos, devem ser avaliados, discutidos e melhorados.

E você como trata dos seus processos?

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O papel do escritório de projetos (PMO) na organização

WMV no iphone

10 dicas para construção de uma EAP - Estrutura Analítica de Projeto